Owens Illinois e Recitotal realizam projeto de coleta de vidro sob gestão feminina

Renata Tambasco

Desde 2019, a empresa coleta cerca de 15 toneladas mensais de vidro em São Paulo e no Rio de Janeiro, difundindo informações sobre a importância e formas seguras da separação do material
A presença feminina se expande, dia a dia, nos cargos de liderança do mercado de trabalho, e não tem sido diferente no âmbito da reciclagem. Sob o comando de Renata Tambasco, a Recitotal – empresa parceira da Owens Illinois (O-I) – reúne cerca de 15 toneladas mensais de vidro em estabelecimentos de São Paulo e do Rio de Janeiro.

No cargo de diretora administrativa da companhia, a executiva lidera a coleta do material com “carretinhas” em triciclos e destaca que, todos os dias, a mente de quem trabalha com reciclagem pensa em novas estratégias, modelos e operações que possam aumentar a quantidade de material reciclado. Foi com esse pensamento que, em 2019, a Recitotal idealizou um projeto para fazer a coleta diretamente nos bares, restaurantes e condomínios utilizando um veículo motorizado equipado com caçamba para até 400 kg.

“Ao longo desse período, percebemos a necessidade de rastrearmos as coletas e quantidades geradas em cada estabelecimento. Foi assim que criamos e desenvolvemos um aplicativo para geolocalização e pesagem eletrônica do vidro no momento da coleta, com acompanhamento on time por meio de uma plataforma de gestão”, conta Renata.

Atualmente, a Recitotal conta com três veículos para essa operação nos estados de São Paulo e Rio de Janeiro. Cada triciclo na cor verde, que representa o padrão internacional da reciclagem do vidro, possui identificação de “Coleta de Vidro”, e circula todos os dias no mesmo raio de 5 km, passando por bares, restaurantes e condomínios. Além disso, o fato de o triciclo estar presente na paisagem diária da região desperta nos moradores uma curiosidade que os leva a parar o veículo para fazer a doação de resíduos.

O vidro recolhido pela Recitotal é destinado à O-I mensalmente e utilizado na produção de novas embalagens. “A embalagem de vidro é a mais sustentável do planeta por ser a única que pode ser reutilizada, retornada, reciclada e transformada em outra, sem nenhuma perda de matéria-prima. Além disso, cada tonelada de vidro reciclado gera economia de 2,9% no consumo de energia durante o processo produtivo. E, com 1 tonelada de caco, é possível reduzir a emissão de 0,50 tonelada de CO2.

Outra vantagem é que cada 50 quilos de vidro reciclado reduz a ocupação de 0,04 m3 em aterros para resíduos sólidos”, destaca Morgana Correa, gerente Jurídica e de Relações Governamentais da O-I e líder do Comitê de Sustentabilidade da O-I na América do Sul.

Além de conduzir o triciclo, o operador realiza a orientação sobre a escolha do vidro como melhor embalagem para alimentos, o seu processo de reciclagem, a importância da sua separação dos demais recicláveis, os contaminantes que não podem ser misturados e as formas seguras de separar o vidro para a coleta especial. Também é feita uma espécie de treinamento com os responsáveis pelos estabelecimentos, para que eles disseminem a iniciativa entre seus colaboradores, criando uma rede de conhecimento sobre a pauta da reciclagem do vidro, que é levada para dentro dos lares e as conversas entre amigos.

“Percebemos uma receptividade enorme nessa operação de separação e doação do material, além da valorização e da consciência da importância da destinação correta do resíduo de vidro. Aumentar os índices de reciclagem no Brasil é uma meta grandiosa. No caso do vidro, o desafio é ainda maior, mas acreditamos que a conscientização coletiva da sua importância seja o primeiro passo concreto para atingirmos números consistentes com sucesso”, finaliza Renata.

Siga-nos nas Redes Sociais:

Linkedin Instagram Youtube Facebook 

 

Deixe seu comentário