Heineken mais verde

Em um movimento para se tornar mais verde a cada dia, a Heineken começa a ser produzida com energia 100% renovável nas cervejarias de Alagoinhas (BA), Ponta Grossa (PR) e Araraquara (SP)

A partir de dezembro de 2020, a cerveja Heineken fica ainda mais verde: a produção brasileira começará a utilizar 100% de energia renovável nas fábricas de Alagoinhas ( BA), Araraquara ( SP) e Ponta Grossa (PR). A ação faz parte da estratégia global da companhia “Brewing a Better World”, que tem como um dos objetivos reduzir as emissões de CO2 na produção em 80% até 2030. Para que isso seja possível, um dos movimentos é a utilização apenas de energia renovável nos processos de fabricação e envase. A iniciativa também compõe a estratégia de sustentabilidade do Grupo Heineken no Brasil, que pretende operar em totalidade com energia renovável até 2023.

Para garantir que a quantidade de energia consumida nessas cervejarias seja proveniente de energia limpa, o Grupo Heineken no Brasil passa a adquirir energia elétrica de fontes 100% renováveis, além de já contar com energia térmica limpa proveniente de biomassa nas Unidades de Araraquara (SP), Alagoinhas (BA) e Ponta Grossa (PR). Até 2023, o Grupo irá instalar novas caldeiras de biomassa na cervejaria de Jacareí (SP), que já opera com 100% de energia elétrica de fontes renováveis, convertendo assim essa e todas as outras 8 cervejarias no Brasil para operarem unicamente com energia renovável na produção de todos os produtos do portfólio da companhia.

“Estamos muito orgulhosos por sermos capazes de produzir a Heineken com a mesma qualidade que todos apreciam, mas agora usando energia verde e reduzindo significativamente o impacto no meio ambiente. A sustentabilidade é um dos pilares da marca e também uma prioridade do Grupo Heineken no Brasil, e essa novidade demonstra aos consumidores não só o nosso compromisso em ser um pouco mais verde a cada dia e fazer o bem para o planeta, mas também o potencial inovador que acompanha a marca desde 1873, por se tratar de um movimento pioneiro em nosso setor “, comenta Vanessa Brandão, diretora de marketing de marcas premium.

 

Os rótulos das cervejas Heineken e Heineken 0.0 produzidas com energia renovável serão alterados e será acrescentado um símbolo que informará ao consumidor que o produto, seja a garrafa, lata ou keg, faz parte de uma cadeia energética mais limpa para produção e envase na qual 100% das necessidades de energia, durante todo o processo, são parte de um ciclo renovável, feito em Alagoinhas (BA), Ponta Grossa (PR) e Araraquara (SP).

“Produzir a Heineken com energia verde é parte de uma jornada em direção a um futuro mais sustentável, e a empresa possui várias iniciativas nessa área. Em nossa agenda de consumo responsável, desenvolvemos o projeto WeLab & Day After para impulsionar a mudança de comportamento em relação ao consumo abusivo de álcool e alcançamos 19 milhões de pessoas. Na questão da água (Every Drop) avançamos na redução do consumo de água atingindo 3,4 hl / hl em nossas cervejarias, um decréscimo de 36% em relação a 2010. E finalmente nas emissões (Drop the C), temos um ambicioso plano de energia renovável em produção atingindo 100% até 2023 e também vários esforços foram feitos na distribuição, resfriamento e finalmente na embalagem para reduzir nosso impacto por meio de garrafas retornáveis, conteúdo reciclado e programas de logística reversa espalhados por todo o país”, complementa Ornella Vilardo, Gerente de Sustentabilidade do Grupo Heineken no Brasil.

Siga-nos nas Redes Sociais:

Linkedin Instagram Youtube Facebook

Deixe seu comentário