Grupo Petrópolis divulga relatório de sustentabilidade

Conteúdo referente às iniciativas do  Grupo Petrópolis em ASG&I (Ambiental, Social, Governança & Inovação) realizadas em 2021 traz como destaques: plantio e distribuição de árvores e educação ambiental em escolas; primeira cerveja feita só por mulheres; estímulo ao intraempreendedorismo

Com oito fábricas de bebidas e mais de 190 unidades de distribuição espalhadas pelo Brasil, o Grupo Petrópolis divulga pelo segundo ano consecutivo seu Relatório de Sustentabilidade. Motivada  por metas traçadas para o compromisso ASG 2030, a empresa traz como destaques nesta segunda edição do documento, a criação do Lab de Inovação e Sustentabilidade (LIS), e a realização de eventos voltados para a agenda ambiental, a exemplo do plantio e distribuição de árvores. E mais: mostra o lançamento da primeira cerveja da companhia produzida somente por mulheres, a Black Princess Strong Golden FemAle, que teve a arrecadação com a venda de lote revertida em doação para a ONG “Tamos Juntas”, que apoia o combate à violência contra a mulher.

Com objetivo de estimular a criação de novas soluções e de inspirar o intraempreendedorismo, o Grupo Petrópolis criou o LIS (Lab de Inovação e Sustentabilidade). Aberto a todos os colaboradores, o espaço tem o objetivo de fomentar e potencializar ações inovadoras nas fábricas, na distribuição e no corporativo, além de transformar a cultura do GP para viabilizar projetos e os integrar ao ecossistema de inovação e sustentabilidade da empresa.

“Nossa essência envolve o comprometimento com o ASG e com a inovação, que inclusive são temas cada dia mais em pauta, tanto nas organizações brasileiras quanto mundiais. Nesse sentido, o LIS é um local para  testar soluções que envolvam tanto as questões sociais, ambientais e as de governança corporativa”, afirma o gerente de Sustentabilidade e Melhoria Contínua do Grupo Petrópolis, Alaercio Nicoletti.

Matriz de Materialidade

Um dos primeiros passos da jornada de sustentabilidade do Grupo Petrópolis, envolveu o mapeamento da materialidade de suas operações, que identificou o que é importante para a organização e suas partes interessadas, envolveu colaboradores, clientes, fornecedores e a sociedade, dentre outros. Após o levantamento foi possível avançar com o foco nos temas da empresa e nos compromissos para 2030, que incluem questões sociais, ambientais e de governança, em consonância com as diretrizes de ASG & I e com os “Objetivos de Desenvolvimento Sustentável”, da ONU. Na sequência, foi definida a estratégia de ASG, apoiada em responsabilidade ambiental e social, tendo como base os compromissos assumidos pelo grupo, de forma a permitir a implementação de uma governança que proporcione transparência e mensuração dos resultados.

Educação Ambiental

O Programa de Educação Ambiental é uma iniciativa voluntária que olha para o desenvolvimento social, cultural e ambiental da comunidade nas cidades próximas às unidades fabris. “No decorrer de 2021 foram desenvolvidas ações de educação ambiental nas comunidades escolares dos municípios, que envolveram seis secretarias municipais de educação e 24 escolas nos municípios-sede das fábricas. Mais de 2.200 alunos participaram das atividades, com  a finalidade de repensar o uso de água e o descarte de materiais recicláveis e de propor ações em suas comunidades, além de jogos que avaliam seus conhecimentos sobre o tema”, informou o gerente de Sustentabilidade e Melhoria Contínua.

O  Lúpulo Brasileiro

O cultivo do lúpulo em solo brasileiro, iniciado em novembro de 2018 pelo Grupo Petrópolis, cresceu e se consolidou em grande escala no ano passado, e chegou a 21.385 plantas em uma área de 5,27 hectares na Fazenda São Francisco, em Teresópolis, no Rio de Janeiro. A expectativa é que, ao longo do tempo, o Grupo Petrópolis contribua de maneira decisiva para a viabilização da cultura do lúpulo no Brasil e, por consequência, entre outros avanços, provoque a redução da emissão de gases nocivos com transporte, ao encurtar as distâncias entre o ponto de origem desse insumo  até as fábricas. “Estamos trabalhando para desenvolver o lúpulo no Brasil e torna-lo economicamente viável para os produtores nacionais. Ainda há muito trabalho a ser feito, mas os resultados já são fantásticos”, comemora Diego Gomes, diretor industrial do Grupo Petrópolis e um dos principais incentivadores dessa cultura no país.

Projeto Verde Novo

Projeto Verde Novo, uma iniciativa do Poder Judiciário de Mato Grosso, idealizado pela equipe do Juizado Volante Ambiental de Cuiabá (Juvam), que tem o Grupo Petrópolis como um dos principais parceiros há cinco anos, realizou 490 ações de plantio em Cuiabá (MT) e a distribuição de 149.075 mudas de árvores nativas e frutíferas.

No total as ações  somaram 36.663 mudas em 2021, das quais 7.933 foram plantadas e 28.190 distribuídas à população  em 45 atividades realizadas em escolas, parques, vias públicas e órgãos públicos. A quantidade de mudas utilizadas aumentou 2,3% em relação a 2020, quando 35.832 foram plantadas e distribuídas.

Feita por mulheres

Dentre os 10 produtos novos lançados pelo Grupo Petrópolis ao longo de 2021, a Black Princess Strong Golden FemAle foi destaque como a primeira cerveja produzida integralmente por mulheres, da brassagem ao envase. Esse lançamento marcou a consolidação de um importante pilar da marca: a valorização feminina em todas as esferas, o apoio constante à equidade de gênero e o combate à violência contra a mulher. A receita da FemAle, de escola belga, foi desenvolvida por  duas mestras-cervejeiras do grupo à frente do projeto.

Com o propósito de ajudar mulheres que sofrem violência doméstica, toda a renda obtida com a venda do primeiro lote do rótulo está sendo revertida para a ONG Tamo Juntas, organização social composta por mulheres que prestam assessoria multidisciplinar, jurídica, psicológica, social e pedagógica, gratuita para o público feminino em situação de violência”, destacou Nathalia Cajueiro, coordenadora de Marketing da Black Princess no Grupo Petrópolis.

Melhores empresas

Um dos grandes objetivos no setor de recursos humanos é garantir índices positivos de qualidade de vida das pessoas, engajamento com o grupo e sustentabilidade de forma ampla e harmônica. Em 2021, com o reconhecimento dos colaboradores,  o Grupo Petrópolis conquistou o primeiro lugar na pesquisa “As Melhores na Gestão de Pessoas 2021”, feita entre empresas de grande porte com mais de 17 mil funcionários.

Entre os índices de maior destaque na pesquisa estão: o tratamento com respeito e dignidade por parte da liderança com 95%; interesse genuíno no bem-estar da comunidade em que atua com 93%; equilíbrio razoável entre a vida pessoal e profissional com 91%; e posicionamento ético da empresa com 90%.

Colocamos o colaborador no centro de nossas decisões. O ano de 2021 foi de muitas adversidades. Sobreviver e manter os empregos foram os principais desafios na pandemia, período em que houve uma grande  mobilização de gestão para controlar o contágio da Covid-19 e preservar vidas. Tomamos a decisão de realmente proteger as pessoas, nos adaptamos bem, mas o grande destaque positivo vai mesmo para os colaboradores, que se engajaram e fizeram toda a diferença nesse momento delicado”, pontua o diretor de Recursos Humanos do Grupo Petrópolis, Magdiel Marcos Moda.

Diversidade

Em 2021, o time de Recursos Humanos trabalhou focado nas contratações para sensibilizar os gestores constantemente e promover a inclusão de  uma sociedade cada dia mais diversa. Em especial, as mulheres, os pretos, os pardos e as pessoas com deficiência (PCDs).

Ao todo, o Grupo Petrópolis reúne mais de 24 mil colaboradores. Entre eles, 3.637 são pretos; 127 são  indígenas; 8.368 são brancos; e 464 são amarelos e 10.888 são pardos.

Deixe seu comentário