Diageo anuncia estratégia de sustentabilidade

Iniciativa compreende os próximos 10 anos

A Diageo, proprietária das marcas Johnnie Walker, Smirnoff, Tanqueray e Ypióca, anuncia 25 metas ambiciosas de sua estratégia ‘Society 2030: Spirit of Progress’, projetada para causar um impacto positivo no mundo até 2030, alinhada aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas (ODS).

Com base em um longo histórico de progresso global de ESG (sigla em inglês para padrões ambientais, sociais e de governança), a Diageo concentrará suas ações nos próximos dez anos em três áreas principais: promoção do consumo responsável de álcool; promoção da diversidade e inclusão; e sustentabilidade em toda a cadeia (do grão ao copo).

“Como empresa global, temos o compromisso de cumprir nossa parte para proteger o futuro de nosso planeta e liderar o caminho a ser seguido por outros. Estou imensamente orgulhoso das conquistas de sustentabilidade e responsabilidade social da Diageo até o momento. Esta nova e ambicioso estratégia nos desafiará ainda mais a entregar impacto positivo até 2030”, afirma Ivan Menezes, CEO da Diageo.

Os destaques da estratégia ‘Society 2030: Spirit of Progress’ incluem:

Promoção do consumo responsável de álcool

  • Em 2030, a Diageo alcançará mais de 1 bilhão de pessoas com mensagens de moderação de suas marcas;
  • Apoiará a mudança de atitude de 5 milhões de motoristas em relação a dirigir sob o efeito de bebidas alcoólicas;
  • Educará mais de 10 milhões de pessoas sobre os riscos do consumo de bebidas alcoólicas por menores de idade por meio do Smashed (no Brasil, denominado Fala Serío!), premiado programa de conscientização sobre o álcool da Diageo, agora operando em todos os continentes.

Promoção da diversidade e inclusão

  • A Diageo aproveitará seu forte histórico de inclusão e diversidade, estabelecendo a ambição de ter 45% de representação de líderes de origens étnicas diversas até 2030, bem como 50% de todas as posições de liderança ocupadas por mulheres;
  • Também fornecerá capacitação e treinamento para mais de 1,7 milhão de pessoas para apoiar a criação de um setor de hospitalidade inclusivo e próspero.

“Ao definir metas de gênero e etnia para serem atingidas pelos negócios até 2030, acredito que podemos realmente quebrar barreiras e ajudar a formar uma sociedade e uma companhia mais diversificada e bem-sucedida a longo prazo”, completa Ivan Menezes.

Sustentabilidade em toda a cadeia (do grão ao copo)

  • A Diageo se comprometeu a trabalhar em prol de um futuro de baixo carbono, aproveitando 100% de energia renovável para alcançar emissões líquidas zero de carbono em operações diretas e trabalhar com fornecedores para reduzir as emissões indiretas de carbono em 50%;
  • Como primeiro passo em sua ambição de emissões líquidas zero, as destilarias escocesas de Oban e Royal Lochnagar se tornarão neutras em carbono no final de 2020 e a Diageo terá como objetivo atingir emissões líquidas zero na Índia até 2025;
  • Em 2030, garantirá que a produção de cada bebida consuma 30% menos de água do que atualmente e terá um impacto positivo líquido na água em nossas principais bacias e comunidades com estresse hídrico;
  • Também entregará mais de 150 projetos comunitários de água em todo o mundo, incluindo acesso a água potável, saneamento e higiene;
  • Apoiará mais de 150 mil pequenos agricultores com técnicas agrícolas para regenerar a terra e construir a biodiversidade;
  • Até 2030, garantirá que a companhia esteja usando 100% de conteúdo reciclado em embalagens plásticas e que 100% das embalagens da Diageo sejam amplamente recicláveis.

Hoje também ocorre o lançamento da Diageo Soluções Sustentáveis, uma plataforma global que fornecerá financiamento não patrimonial para empresas start-up e de tecnologia para que possam se desenvolver e ajudar a Diageo a continuar a incorporando a sustentabilidade em sua cadeia de suprimentos e marcas.

“É vital agirmos agora se quisermos manter o mundo maravilhoso em que todos vivemos. Estou orgulhoso por já termos reduzido pela metade nossa própria pegada de carbono e vamos nos esforçar mais para nos tornarmos neutros em carbono até 2030. Parece adequado que estejamos liderando o caminho com as destilarias Oban e Royal Lochnagar, que serão ambas neutras em carbono até o final do ano”, conta Ewan Andrew, chefe de Sustentabilidade, Supply & Procurement da Diageo.

Siga-nos nas Redes Sociais:

Linkedin Instagram Youtube Facebook

Deixe seu comentário