Piracanjuba tem crescimento de 200%

Marca aposta na capilaridade dos canais de vendas, ofertando mais de 60 opções de produtos
para compras pela internet

O varejo on-line tem história recente, com menos de quatro décadas, e, mesmo assim, possui dados importantes: comprar pela internet é preferência de 74% dos consumidores brasileiros. O estudo, feito em 2019 pelo instituto NZN Intelligence, aponta a escolha pela modalidade on-line em detrimento das compras realizadas em lojas físicas. Para as marcas que querem estar mais próximas dos consumidores, a diversidade de canais de vendas é destaque e, por isso, a Piracanjuba fechou convênio com grandes plataformas de e-commerce, como Amazon, Americanas, Magalu, Mercado Livre, Shopper e outras. O investimento no e-commerce, que começou antes mesmo da pandemia, mostrou a força nos últimos meses, com crescimento de 200%.

Nas plataformas parceiras da Piracanjuba, mais de 60 opções de produtos, como leite, creme de leite, leite condensado e bebida láctea, estão disponíveis para serem entregues na casa do comprador, seja em unidades ou caixas fechadas. Os consumidores também encontram os itens das marcas Pirakids e Almond Breeze, já que elas estão sob gestão do  Bela Vista, detentor da Piracanjuba.

“Ao escolher o formato de vendas on-line, nos preocupamos com duas questões: primeiro, em oferecer a variedade do nosso portfólio, para que o consumidor tenha acesso a muitas opções e, depois, em estarmos em um canal que dê segurança no ato da compra e nas entregas”, comenta o Gerente Comercial, Wesley Pádua.

Em março de 2020, a chegada da pandemia do novo coronavírus incitou mudanças de hábitos de consumo e, com isso, a Piracanjuba acompanhou o crescimento das vendas no varejo on-line, com destaque para o Piracanjuba Whey, que possui 23g de proteínas; o Leite Piracanjuba Integral e a linha Zero Lactose, que engloba o Leite Piracanjuba Zero Lactose, o Creme de Leite Piracanjuba Zero Lactose e o Leite Condensado Piracanjuba Zero Lactose.

“Conseguimos acompanhar a satisfação dos consumidores com o e-commerce e isso nos impulsiona a melhorar cada vez mais. As plataformas de compras permitem que o consumidor avalie o produto, a experiência de compra e a entrega. Além disso, também temos um Serviço de Atendimento ao Consumidor (SAC) que monitora e atende as demandas, assegurando nossa responsabilidade em qualquer modelo de venda”, destaca Wesley.

Siga-nos nas Redes Sociais

LINKEDIN  ·  INSTAGRAM  ·  YOUTUBE  ·  FACEBOOK

Deixe seu comentário