Lavadora Sanmartin soluciona desafios dos engarrafadores

Desenvolvimento é pautado em 70 anos da empresa no mercado e mais de 800 máquinas fabricadas. Tecnologia possibilita a redução de custos com recursos como energia, água e aditivos, além de eficiência e flexibilidade que possibilitam a utilização de vários formatos de embalagens em uma mesma linha de envase. Em entrevista à Engarrafador Moderno Bernardo Sanmartin, Diretor da empresa, fala sobre a evolução das lavadoras no mercado, tecnologias empregadas, sustentabilidade e principais diferenciais do equipamento.

Engarrafador Moderno: Quais foram as últimas soluções em lavadoras fornecidas à indústria de bebidas e quais os problemas que estas soluções conseguiram resolver?

Bernardo Sanmartin: Em 2020, a Sanmartin lançou uma nova Lavadora de Garrafas. Foi um desenvolvimento realizado por uma equipe de especialistas da Argentina, Brasil e México, que se basearam nos mais de 70 anos de experiência e mais de 800 máquinas fabricadas.

O lançamento foi um sucesso total, principalmente por se tratar de um desenvolvimento focado em solucionar os atuais desafios dos engarrafadores de refrigerante e cerveja: melhor qualidade de lavagem, com menores consumos e melhor tratamento da embalagem, necessário para prolongar a vida útil e assim fazer mais atrativo o negócio do retornável.

E.M.: Quais tecnologias são empregadas para garantir a otimização na utilização dos insumos, água e energia? Qual a eficiência de um equipamento com esse nível de automação?

Bernardo Sanmartin: Nesta nova geração da Lavadoras de Garrafas, além da tecnologia embarcada que possibilita um controle total das variáveis, influenciando a lavagem com muita eficiência e a mínima intervenção do operador, devemos destacar também a tecnologia utilizada para o desenvolvimento de cada um de seus componentes e a otimização do processo.

Todos os componentes foram redesenhados utilizando ferramentas de simulação avançadas, com o objetivo de diminuir a massa em movimento. Na transmissão principal utilizamos servo motores e drives de última geração, que possibilitam um controle preciso dos movimentos e a recuperação da energia gerada pelos mesmos, conseguindo um melhor manuseio da embalagem com menor consumo de energia.

Na otimização de consumos também foi fundamental a revisão do processo de lavagem, da utilização de instrumentos de medição e controle de última geração. Durante a etapa de desenvolvimento, montamos um laboratório com diversos instrumentos e dispositivos para realizar ensaios e avaliar o desempenho de protótipos, nos permitindo redefinir o processo de lavagem para se adaptar de forma eficiente às demandas atuais e escolher os instrumentos com melhor desempenho.

Também podemos destacar um sistema de aquecimento inovador que realiza a troca térmica aproveitando a grande vazão das turbinas dos extratores de rótulos, que foram redesenhadas utilizando ferramentas de fluidodinâmica computacional para otimizar seu desempenho, conseguindo assim otimizar o consumo de vapor e manter a temperatura dos banhos mais uniforme.

Como resultado, conseguimos reduzir em até 35% o consumo de água, 30% o consumo de energia e 25% o consumo de vapor.

E.M.: Quais as principais evoluções no processo de lavagem de garrafas nos últimos anos?

Bernardo Sanmartin: Certamente, as grandes evoluções dos últimos anos estão relacionadas com:

  • A otimização de consumos, trabalhando com diferentes tipos e tamanhos de garrafas rotuladas, podendo ser de Refpet ou vidro e os rótulos de papel, BOPP ou PSL.
  • Melhor controle das variáveis que influenciam na qualidade de lavagem, com mínima intervenção do operador.
  • Facilidade de operação e manutenção, onde as intervenções podem ser realizadas em condições mais ergonômicas e com total segurança.

 

E.M.: Suponhamos que um fabricante de bebidas decida comprar uma lavadora de garrafas. Na sua opinião, quais os principais parâmetros a serem considerados para decisão de compra de uma lavadora de garrafas?

Bernardo Sanmartin: O TCO (Total Cost of Ownership) é a ferramenta mais utilizada atualmente para fazer este tipo de avaliação. Além desta, existem outras considerações adicionais que são muito importantes na hora de escolher um equipamento que vai ficar na linha de produção durante pelo menos 25 anos:

  • Do ponto de vista técnico, é muito importante entender o processo de lavagem do equipamento. O mesmo deve ter uma combinação adequada das ações mecânicas, químicas, térmicas e temporais. Quando queremos reduzir o consumo de energia, químicos e água, devemos priorizar equipamentos com mais ação mecânica e tempo de imersão adequado. Equipamentos com mais tanques, mais estações de esguichamento externo e interno e mais extratores de rótulos sempre levam vantagem.
  • Do ponto de vista comercial, é necessário entender que durante a vida útil do equipamento existe a necessidade de um bom suporte pós-venda do fabricante. Devido as barreiras de importação regionais, a disponibilidade de um suporte local bem estruturado por parte do fabricante é uma vantagem importante que deve ser bem avaliada.

E.M.: Como o avanço das exigências de fábricas e operações cada vez mais sustentáveis afeta o fornecimento desses equipamentos? Quais alterações foram realizadas por conta disso?

Bernardo Sanmartin: Nos últimos anos, os engarrafadores estão mais exigentes em relação as lavadoras de garrafas, onde o aumento da flexibilidade, melhoras de performance e redução de consumos são necessidades preponderantes para se adequar aos tempos atuais, exigindo também melhorias nos quesitos sustentabilidade e segurança.

  • Com respeito a sustentabilidade, além da redução de consumos, existe a necessidade de que o equipamento facilite outras atividades relacionadas com a gestão do meio ambiente da fábrica. Neste caso, podemos mencionar como exemplo que a nova geração de lavadoras da Sanmartin foi desenvolvida com tanques significativamente menores e um novo sistema de filtragem da solução cáustica autolimpante, três vezes mais eficiente ao convencional, conseguindo diminuir a carga de trabalho da estação de tratamento de efluentes.

No aspecto segurança, trabalhamos muito no desenho do equipamento para cuidar da segurança e ergonomia das atividades relacionadas com a operação e manutenção, destacando a diminuição dos trabalhos em altura, a operação simplificada e segurança da mesa de carga e a acessibilidade aos equipamentos de medição e controle.

E.M.: Os fabricantes de menor porte também buscam soluções de lavagem mais eficientes e sustentáveis. A Sanmartin possui soluções para pequenas operações?

Bernardo Sanmartin: A nova geração de Lavadora de Garrafas foi desenvolvida com a premissa de manter as mesmas funcionalidades para as diferentes demandas de produção. Para todos os tamanhos de equipamento possíveis, fornecemos os mesmos benefícios.

A nova geração de Lavadoras de Garrafas da Sanmartin
atende produções de 9.000 até 90.000 garrafas por hora

Atualmente, com a nova geração de Lavadoras de Garrafas, atendemos produções de 9.000 até 90.000 garrafas por hora.

E.M: Quais os principais diferenciais da lavadora Sanmartin? Eficiência, preço baixo, qualidade e sustentabilidade podem ser encontrados em um mesmo equipamento?

Bernardo Sanmartin: O maior diferencial da Lavadora de Garrafas da Sanmartin é a sua capacidade para atender de forma eficiente as necessidades e exigências atuais dos engarrafadores na América Latina, onde as condições de trabalho tem suas particularidades.

Entre outros diferenciais, podemos destacar:

  • Design que maximiza a ação mecânica durante o processo de lavagem e minimiza o consumo de energia, químicos e água.
  • Tanques com menor volume e tripla filtragem contínua e autolimpante da solução cáustica, com área de passagem de partículas de 0,3 mm, 0,5 mm e 1,0 mm, que aumenta a vida útil da solução cáustica.
  • Extratores de rótulos de alta vazão e alta eficiência energética em todos os tanques, inclusive no tanque de enxague, que garantem alta eficiência na extração de rótulos mesmo quando o tempo total de processo é curto.
  • Sistema de aquecimento que aproveita a grande vazão dos extratores de rótulos para realizar a troca térmica de forma mais eficiente, garantindo uma temperatura da solução cáustica mais uniforme.
  • Instrumentos de medição e controle de última geração que garantem a manutenção das variáveis importantes para um processo de lavagem eficiente, sem intervenção do operador.
  • IHM amigável com visualização do estado de todas as variáveis de processo de lavagem e consumos em tempo real.
  • Design que possibilita a operação e manutenção com ergonomia e total segurança.

Mais de 70 anos de experiência na fabricação de Lavadoras de Garrafas e a possibilidade de produzir em três fábricas (Argentina, Brasil e México), nos dá uma condição especial para oferecer aos nossos clientes da América Latina equipamentos com todos os benefícios já mencionados, com preços muito competitivos.

Siga-nos nas Redes Sociais:

Linkedin Instagram Youtube Facebook 

 

Deixe seu comentário