Como tornar o rótulo mais sustentável e flexível

Com 45 anos de experiência na indústria de rotulagem e mais de 5.000 máquinas instaladas
no mundo todo, a Sidel é uma das empresas líderes no mercado, oferecendo sua expertise
para atender todas as necessidades de rotulagem

Diante de exigências regulatórias cada vez maiores em todo o mundo, a rotulagem atualmente é um processo muito complexo que nunca foi tão importante para produtos. Empresas líderes no setor de bebidas e alimentos se preocupam especialmente com os custos de materiais que se destacam para otimizar o investimento e aumentar o reconhecimento da marca.

Artem Krukov, Diretor de Desenvolvimento
de Negócios de rotulagem da Sidel

Nesta entrevista, Artem Krukov, Diretor de Desenvolvimento de Negócios de rotulagem da Sidel, fala sobre tendências na rotulagem e como a sustentabilidade e flexibilidade estão transformando a maneira como os rótulos são criados e utilizados.

Quais são os grandes desafios da indústria de bebidas no que se refere à rotulagem?

Como acontece com o setor de fabricação em geral, os produtores de bebidas buscam por maior eficiência e baixar o custo total de propriedade (TCO) para seu equipamento de rotulagem. Com uma ênfase considerável também na sustentabilidade. O rótulo é uma das principais interfaces de comunicação com o consumidor. As empresas mudam continuamente seus rótulos para corresponder às preferências em rápida mudança dos consumidores.

Como a rotulagem tem se tornado mais sustentável?

É nosso objetivo ajudar os clientes cortar custos em tudo, desde o consumo de materiais até os custos de manutenção. Ao reduzir a espessura e a área de superfície do rótulo, os clientes podem cortar custos e melhorar o impacto ambiental da produção e do processo de rotulagem. Os fabricantes de rótulos estão trabalhando para garantir que os rótulos não afetem a reciclagem do PET.

Outra tendência importante é a conversão de rótulos termoencolhíveis para rótulos BOPP (rótulos plásticos roll-fed para aplicação wraparound). Essa é uma medida muito importante na rotulagem de garrafas, visto que os recipientes rotulados com termoencolhíveis são difíceis de reciclar. Por essa razão, a mudança para rótulos BOPP não só facilita a reciclagem, mas também ajuda as empresas a reduzir ainda mais o impacto ambiental.

O que você quer dizer com isso?

A história mostrou que os rótulos causaram problemas de reciclagem de PET com grau alimentício, porque o rótulo ou a cola utilizada afetava o processo de reciclagem. Atualmente há diversas iniciativas que podem minimizar esse impacto, como a redução da superfície/tamanho do rótulo, desenvolvimento de cola lavável e diminuição da aplicação de cola.

Os fabricantes de bebidas dão muita atenção às características da cola. Qual a razão disso?

Podemos observar essa corrente em duas tendências. Em primeiro lugar, os clientes em todo o mundo estão ansiosos para reduzir a quantidade de cola por três razões: 1) mais cola representa custo maior; 2) uso menor de cola influi positivamente na limpeza da máquina, o que resulta em maior eficiência; e 3) a cola afeta o processo de reciclagem. O mais importante, os clientes querem resolver todos esses fatores sem sacrificar a qualidade do produto. A segunda tendência pode ser vista somente em alguns países: os clientes querem aumentar a distribuição da cola para tornar a aplicação do rótulo mais sólida e estável.

A Sidel desenvolveu uma solução exclusiva que atende essas duas exigências, ou seja, aproveitando a solução BOPP, desenvolvemos um rolo aplicador de cola estriado a laser (uma configuração padrão para o portfólio da máquina roll-fed). Desse modo, temos um controle melhor da distribuição da cola e da repetibilidade. O resultado disso é que é possível manter a qualidade do rótulo mesmo com uma quantidade menor de cola. Podemos ao mesmo tempo, manusear uma quantidade maior de cola, e distribuir com maior eficiência sobre toda a superfície da faixa de cola.

Como a Sidel integra as soluções sustentáveis na rotulagem?

Sustentabilidade é sempre parte fundamental da Sidel. Fazemos todo o esforço para minimizar o impacto ambiental.

As soluções de rotulagem EvoDECO da Sidel minimizam o consumo de cola e eletricidade por meio do novo derretedor e do controle de distribuição de cola. Com um reservatório de cola integrado na rotuladora roll-fed, um derretedor vertical e controle de aquecimento patenteados, a cola é derretida sob demanda e circula numa temperatura precisa e em quantidades menores, melhorando a qualidade da aplicação do rótulo. Isso possibilita reduzir o consumo de cola e previne a deterioração, os filamentos e os respingos de cola, contribuindo para melhorar a qualidade e a sustentabilidade. A solução proporciona um consumo de eletricidade 40% menor e não precisa de engrenagens e transmissões, dispensando a lubrificação.

Como a evolução para garrafas mais leves tem afetado a rotulagem?

O design da embalagem tem um impacto determinante na eficiência de toda a cadeia de suprimentos. Por mais de 30 anos, temos reduzido para menos da metade o peso de uma garrafa PET de 1,5 L, ao mesmo tempo aumentamos a velocidade de produção até 2,5 vezes, com economias consideráveis em termos de matéria-prima e ganhos de produtividade. Portanto, é uma história de “rightweighting” (peso certo) – garantindo que a embalagem seja reduzida ao mínimo, e ainda mantenha seu desempenho técnico e atratividade ao consumidor.

Alguns fabricantes usam nitrogênio para dar mais resistência e estabilidade à garrafa. A Sidel tem concebido suas rotuladoras de maneira que possam atender às demandas suplementares das garrafas ultraleves, com ou até sem nitrogênio.

A solução mais avançada para o manuseio de garrafas ultraleves é a Super Combi, onde a rotuladora é colocada entre a sopradora e a enchedora como parte de uma solução multifuncional. Com essa configuração, os rótulos são aplicados nas garrafas vazias manuseadas pelo gargalo, reduzindo o risco de arranhões e melhorando a qualidade geral da garrafa.

O design da embalagem tem
um impacto determinante na eficiência
de toda a cadeia de suprimentos

Outro fator fundamental na rotulagem é a flexibilidade, e isso está relacionado à personalização do produto. Como isso afeta os rótulos?

Os rótulos são essenciais em qualquer mix de marketing de marca para que os fabricantes possam diferenciar seus produtos e oferecer as informações que o cliente procura e que geram cada vez mais expectativas. A crescente variedade de tipos de bebidas e formatos de garrafas vem transformando a rotulagem num verdadeiro desafio. Mais do que nunca, a flexibilidade tornou-se um fator de grande importância para os produtores de bebidas. Atualmente, as maiores prioridades são trocas de produto e formato mais rápidas, operações simples e processos otimizados nos quais o mesmo equipamento seja usado para diferentes tipos de rótulos, além da garantia de uma operabilidade homogênea.

A personalização do produto envolve a capacidade de produzir lotes menores de produtos com sua rotulagem própria num tempo muito curto. Portanto, os principais problemas dizem respeito aos prazos apertados para se criar desenhos e rótulos personalizados. A personalização do rótulo é um processo difícil, pois envolve um grande número de elementos. A modificação geralmente começa com o marketing, em seguida vêm as fases de concepção e produção, e por fim o armazenamento e o transporte. Na prática, o processo-padrão de modificação do rótulo pode levar mais de quatro meses.

Com o aumento das vendas online, tem sido um desafio fornecer soluções de embalagem e rotulagem compatíveis, exclusivas e duráveis. Isso abriu novas oportunidades para oferecer soluções de embalagem personalizadas para a proteção do produto durante o transporte, por dimensionar bem a embalagem, garantindo uma experiência impecável da marca para os consumidores.

Essa é a razão de oferecermos também consultoria para os clientes a respeito de design de embalagem. Não criamos apenas designs de garrafas mas também rótulos ou embalagem secundária etc. Os especialistas de embalagem da Sidel estão de prontidão para apoiar nossos consumidores em imaginar a opção que melhor se ajuste à identidade da marca da empresa e que agrade mais ao consumidor.

Como a Sidel reage e ajuda os clientes a enfrentarem esse desafio?

Compreendemos plenamente o desafio, e é por isso que temos em mente a flexibilidade. Com as soluções de rotulagem EvoDECO da Sidel, os fabricantes podem liberar diversas unidades de manutenção de estoque (SKUs). Eles podem incluir várias aplicações de rotulagem numa mesma máquina com múltiplas tecnologias ou um equipamento dedicado a uma única aplicação para otimizar a operabilidade, reduzir o espaço utilizado e baixar o custo total de propriedade (TCO).

Então os fabricantes podem usar uma máquina para diferentes rótulos?

Exatamente. Isso dá aos negócios a flexibilidade que precisam e lhes permite produzir mais tipos de produtos numa única máquina. Graças ao design modular e uma variedade de tecnologias, eles permitem às empresas utilizarem diversos métodos de aplicação numa mesma máquina compacta.

A EvoDECO Multi é a solução
de rotulagem mais flexível da Sidel

Qual é a mais atualizada solução de rotulagem da Sidel, com alta flexibilidade?

Até agora, a solução de rotulagem mais flexível da Sidel, a EvoDECO Multi, traz um novo patamar de modularidade ao processo de rotulagem. A rotuladora conta com um carrossel padronizado que pode ser equipado com até quatro tecnologias de rotulagem, incluindo fusão a quente, roll-fed (bobina), autoadesivo e cola fria. Além disso, graças às conexões “Plug & Play”, alternar os diversos módulos de rotulagem é uma tarefa fácil e rápida que oferece aos produtores liberdade de escolha e total flexibilidade. Nesse meio tempo, por fazer parte das configurações da Super Combi da Sidel, a rotuladora pode processar até 90.000 garrafas por hora (gph).

Quais os impactos da pandemia sobre a indústria da rotulagem?

Durante a pandemia muitas pessoas reduziram seu gasto diário, por motivos econômicos. Isso resultou na estagnação das vendas de certos produtos premium no setor de bebidas, e os fabricantes foram forçados a reduzir os custos de embalagem. Por exemplo, produtores de bebidas de segunda linha têm mostrado muito interesse em mudar dos rótulos termoencolhíveis para BOPP, para economizar. Por esse motivo, recentemente, as bebidas de baixo custo tiveram crescimento expressivo no mercado.

Siga-nos nas Redes Sociais:

Linkedin Instagram Youtube Facebook 

 

Deixe seu comentário