Empreendedores acreditam que as vendas vão melhorar entre abril e junho de 2021

Black Friday frustrou expectativas

Uma das datas mais esperadas do varejo há alguns anos para aumentar as vendas, a Black Friday não alcançou as expectativas dos micro e pequenos empreendedores em 2020. Segundo levantamento realizado pela vhsys em parceria com a Stone, em outubro, mais de 75% das micro e pequenas empresas esperavam ver seu faturamento aumentar após a data. Nova pesquisa pós-Black Friday revelou que mais de 53% dos micro e pequenos empresários não registraram aumento no faturamento.

Segundo o levantamento, apenas 10% viram seu faturamento crescer 10% na Black Friday, enquanto 9,2% teve aumento de 25% e 5% chegaram a ver suas vendas aumentarem em até 50%. Mais de 11% registrou queda de 50%, enquanto 10,5% viu cair em 25% seu faturamento.

“Apesar da Black Friday não ter alcançado a expectativa da maioria dos micro e pequenos empreendedores, eles estão mais otimistas para o ano que vem. Este ano trouxe muitos desafios, mas também muito aprendizado”, analisa Reginaldo Stocco, CEO da vhsys.

A pesquisa também trouxe um panorama otimista para 2021. Enquanto 43,8% acreditam que suas vendas vão melhorar entre os meses de abril e junho do ano que vem, 32% esperam ver este crescimento entre janeiro e março. Apenas 11% acreditam em um cenário mais positivo entre julho e setembro e 8% enxergam aumento nas vendas entre agosto e dezembro. Uma minoria, de 4,7%, não acredita em melhorias no ano de 2021.

Os dados revelaram ainda que os micro e pequenos empresários acreditam em um crescimento significativo de faturamento em 2021. Mais de 31% prevê um aumento de 25% no faturamento, enquanto 23,8% acreditam em um crescimento de até 50%. Mais de 14% vão além: esperam uma evolução de mais de 75% nas contas em 2021.

Siga-nos nas Redes Sociais:

Linkedin Instagram Youtube Facebook

Deixe seu comentário