Venda de cerveja sem álcool cresce 30%

Acompanhando as tendências mundiais de crescimento do consumo de cervejas sem álcool, a indústria brasileira também tem apostado no lançamentos de novos produtos que possam satisfazer os consumidores dentro dessa categoria.

O segmento de cervejas sem álcool registrou aumento expressivo no consumo em 2021. O volume saltou de 140 milhões de litros vendidos em 2019 para mais de 257 milhões de litros ano passado, o que corresponde a um crescimento de 30% nas vendas em comparação com o ano de 2020, quando foram consumidos 197,8 milhões/litros. Os dados são de um levantamento da Euromonitor para o Sindicerv (Sindicato Nacional da Indústria da Cerveja). Considerando os demais segmentos, o consumo de cerveja alcançou o volume de 14,3 bilhões de litros, crescimento de 7,7%.

Segunda maior cervejaria do país atrás apenas da Ambev, a Heineken divulgou em relatório de resultados de 2021 apresentado esta semana que o Brasil se tornou o maior mercado global para a versão zero álcool da marca. Importante ressaltar que o volume de vendas no país da cerveja Heineken já atingiu o dobro em relação ao patamar pré-pandemia em 2019.

Siga-nos nas Redes Sociais:

Linkedin Instagram Youtube Facebook 

 

Deixe seu comentário