Sem medo da crise

Bebidas coloridas Bloody Brilliant NegroniDestilados apostam em produtos mais sofisticados para superar incertezas do mercado

O setor de bebidas destiladas vem aumentando as vendas há vários anos independentemente de questões econômicas. Os produtores de destilados apostaram no mercado de luxo lançando produtos de maior valor agregado com embalagens especiais, sabores diferenciados e um posicionamento de produto premium.
Essa estratégia vem surtindo efeito.As vendas no mercado brasileiro seguem aumentando mesmo com a crise verificada nos últimos meses.As vendas de uísque no período de julho de 2013 a julho de 2014, cresceram, em valor, 30%, enquanto as vodcas subiram 12% no mesmo período, segundo dados da Nielsen.
O aumento de renda possibilitou aos brasileiros o acesso a produtos mais caros e que antes só faziam parte da cesta de consumidores das classes A/B.O consumidor da classe C, que agora tem acesso a esses produtos, faz a compra deles ainda de forma menos freqüente que os consumidores das classes A/B, mas o volume de pessoas é maior e isso tem representado aumento considerável nas vendas das empresas de bebidas, permitindo investimento em um portfólio maior de produtos. Os lançamentos são feitos, inclusive, de acordo com a faixa de renda de seus consumidores.As embalagens e promoções também devem variar de acordo com as necessidades e conveniência de cada grupo de consumidor.

Sofisticação

No caso da vodca, as garrafas com preço acima de R$ 50 tiveram alta de 43% nas vendas. Já a comercialização de uísque luxo e superluxo (acima de R$ 90) subiram 49% e 115%. Essa sofisticação é um movimento mundial que vem acontecendo em vários produtos do setor de bebidas. No Brasil, o segmento premium avança em setores como o de cervejas, café, lácteos e outros como é o caso dos destilados.Bebidas coloridas Bottle + Gin Tonic
Apesar de ainda representar uma parcela pequena no volume de vendas, o segmento é importante porque cria hábitos de consumo, provoca tendências e aumenta a rentabilidade dos negócios. As marcas premium simbolizam status e o brasileiro também gosta de receber amigos em casa e degustar um uísque importado ou preparar um coquetel com um bom gim. Isso é um prazer que cada vez mais se espalha pelos lares do país.
Outro ponto de consumo importante para essas bebidas são os bares, restaurantes e casas noturnas freqüentadas pelos jovens. As vodcas fazem parte dos tradicionais “esquentas” dessa galera, mas também representam um símbolo de status nas mesas das baladas.Um produto de marca bem conceituada pode gerar alguns pontinhos a mais para a moçada e isso ninguém dispensa. São, portanto, duas estratégias completamente diferentes e que exigem das empresas vendas, promoção e distribuição completamente distintas. Mas, são fundamentais para o sucesso e visibilidade do produto no mercado.

Gim super premium

Lançado em 2007, o gim Bulldog foi desenvolvido por Anshuman Vohra, um ex-banqueiro da JP Morgan, que adquiriu sua paixão pela bebida ainda jovem, quando desfrutava de gin-tônicas com seu pai. Inspirado por suas viagens pelo mundo, Vohra, com a ajuda de seu master distiller, desenvolveu o blend de 12 botânicos originários de oito países que garantem o sabor de Bulldog. Desde setembro, o produto está sendo distribuído e comercializado no Brasil pela Campari.
Campari_Nova Garrafa
Outra grande novidade da Campari no Brasil é o lançamento da nova garrafa da bebida que dá o nome à empresa.
Depois de um extenso trabalho de desenvolvimento e criação, além de alterações que contemplaram adaptações e modernizações nas linhas de engarrafamento da bebida, a nova garrafa chega com um visual que comunica o carisma e a paixão da marca de uma forma atual e autêntica. A nova garrafa ostenta um “pescoço” mais alongado, além de”ombros” e “cintura” mais finos, que trazem sofisticação e modernidade à Campari. Enquanto o novo rótulo frontal ganhou detalhes em prata e foi reduzido, dando maior destaque ao produto, a garrafa passou a ter a marca em relevo. As mudanças adicionam um toque refinado e dão mais suavidade às cores criando equilíbrio perfeito para o estilo da marca.

Principe de los Apostoles

Seguindo a demanda por gin, que voltou a figurar em diversos drinks da coquetelaria mundial, a Mr. Man traz ao Brasil, o gin Principe de los Apostoles, concebido por Tato Giovannoni, bartender de renome da Argentina, dono do Floreria Atlântico – considerado um dos melhores bares de Buenos Aires.
A bebida é descrita por seu criador como um gin de erva mate, pomelo rosa, hortelã e eucalipto, que lembra o tereré (bebida típica da América do Sul feita com infusão de erva-mate em água fria). O nome, excêntrico, foi emprestado de um povoado fundado pelos jesuítas, reconhecidos por sua capacidade de cultivar ervas-mate de ótima qualidade, onde houve a primeira plantação formal.
O Principe de los Apostoles é destilado em Mendoza, em alambiques de cobre de 200 litros e idealizado para resgatar as raízes argentinas, como a tradição indígena de consumir erva-mate. Dessa forma, se supõe um gin diferente dos produzidos no Velho Mundo tendendo para sabores e notas regionais. Além disso, seguindo a fórmula pré-determinada de Tato, a maceração dos componentes ocorre individualmente.
Destilaria de última geração
Bombay Sapphire, principal marca de gim do mundo em valor, segundo dados da IWSR (International Wine and Spirit Research), pertence ao portfólio da Bacardi Limited. A empresa inaugurou em setembro uma destilaria de última geração no mesmo local onde já era produzido o Bombay Sapphire.
A inauguração contou com mais de 200 convidados exclusivos que começaram a visitação pelas estufas onde as 10 plantas: zimbro, limão, grãos do paraíso, coentro, bagas de cubeba, raiz de lírio, amêndoas, casca de cássia, alcaçuz e angélica, escolhidas para compor o sabor do Bombay Sapphire, são cultivadas.
O local, totalmente restaurado, faz parte do complexo de produção da Laverstoke Mill.
O antigo local de zona industrial de dois hectares, a apenas 60 milhas de Londres, é um impressionante grupo de 40 prédios, apresentando vários estilos arquitetônicos vitorianos e eduardianos. Falando sobre o projeto de restauração, o diretor Global de Categoria da Bombay Sapphire, Ben Farlow, disse: “Respeitamos plenamente a importância do patrimônio e fizemos todos os esforços ao longo dos últimos quatro anos para garantir que a Laverstoke Mill fosse um lugar que refletisse o seu passado e mantivesse os princípios fundamentais da criatividade, integridade e beleza no seu centro. É fantástico testemunhar a abertura da Laverstoke Mill e apresentar o projeto incrível e o esplendor do local, que nos orgulhamos de chamar de nossa casa, pois proporciona o cenário perfeito para exibir uma marca elegante como a Bombay Sapphire.”

Tradição e modernidade

Bebidas coloridas YAGUARAOutro destilado que ganha cada vez mais destaque no cenário mundial é a cachaça. E, para isso, a bebida genuinamente brasileira, apostou suas fichas no desenvolvimento de embalagens que pudessem posicionar o produto na categoria premium. Mesmo no cenário nacional, o consumidor passou a perceber a cachaça como um produto de maior valor agregado desde que algumas empresas passaram a investir em embalagens diferenciadas para seus produtos. Fruto da quinta geração de uma produção familiar, a cachaça Yaguara, produzida em Ivoti, no Rio Grande do Sul, seguiu essa estratégia e investiu na linha de embalagens Covet, da Owens-Illinois, tradicional fabricante de embalagens de vidro.
Unindo tradição e modernidade, a garrafa desenvolvida para a cachaça Yaguara terá destaque certo em bares e gôndolas com sua imponência. O design foi criado por Brian Clarke, principal artista de vidro no mundo, e foi inspirado no ornamento romano, que também inspirou o padrão do Calçadão de Copacabana, mais tarde redesenhado por Roberto Burle Marx.
“A garrafa é parte intrínseca de qualquer bebida e para nós ela tinha que incorporar o que estávamos criando para o produto. Ela precisava combinar o tradicional com o novo, para trazer à vida o sentimento de progresso construído sobre o patrimônio histórico, que é parte tão importante do Brasil moderno e que a cachaça Yaguara reflete. Brian entende de vidro como ninguém e já tinha feito vários trabalhos no Brasil, então, acabou sendo nossa escolha natural”, comentou o co-fundador da empresa, Thyrso Camargo.
Com características diferenciadas, Yaguara se enquadra perfeitamente na proposta da nova embalagem Covet, que captura todos os atributos do produto em seu design.
“Usando elementos puramente sensoriais, Covet, através do shape e do design de suas embalagens, atrai a atenção dos consumidores, que depois são seduzidos pelo tato das superfícies lisas, o brilho de um vidro ultra transparente e o peso de uma embalagem com uma aparência indiscutível de qualidade. O consumidor aprecia o diferencial do produto e enxerga as embalagens Covet como um objeto de valor, um presente ou um item de coleção para verdadeiros apreciadores de destilados”, explica Mariana Ceruti, gerente de marketing da Covet para América Latina.
Lançada no Brasil, a bebida será exportada inicialmente para os Estados Unidos, com planos de exportação para outros mercados-chave.
Finalizado sob o olhar atento do master blender brasileiro, Erwin Weimann, o produto final é destilado em pequenos lotes. Com 41% de teor alcoólico, a Cachaça Yaguara é uma cachaça branca, orgânica e produzida no sistema artesanal.
O whisky de uma nova era
A Diageo, líder mundial em bebidas alcoólicas, lançou em outubro seu novo single grain scotch whisky, Haig Club.
O novo whisky apresenta singularidade e sofisticação, características predominantes também de seu parceiro de desenvolvimento, o ícone mundial David Beckham.
“Haig Club foi concebido para ser diferente”, disse Kathy Parker, vice-presidente sênior de Haig Club. “Historicamente single grain whisky tem estado à sombra de single maltes e blended scotch, mas Haig Club representa uma nova direção para o mercado de scotch whisky”, comenta Parker.
“Este é um whisky que posiciona o scotch em uma nova era. A ascensão do single grain whisky era prevista e aguardada por especialistas de whisky e acreditamos que Haig Club representa essa “jóia escondida”, explica o executivo.
Fabricado na mais antiga destilaria de grain whisky da Escócia – Cameronbridge em Fife – Haig Club é produzido sob herança, mas projetado para o mundo moderno. A Casa de Haig tem em suas raízes a produção de whisky desde o século XVII, tornando a família Haig a mais antiga dinastia de grain whisky da Escócia.
“Trabalhando com parceiros como David Beckham e Simon Fuller ganhamos uma nova perspectiva para o nosso negócio, nos ajudando a abrir novos caminhos. Tanto David como Simon são famosos pelo sucesso que conquistam em todos os setores que trabalham. Acreditamos que as pessoas ao redor do mundo vão amar o que nós criamos juntos”, finaliza Parker.
hero-bottle2A embalagem chama a atenção e deve, sem dúvida, ser um grande atrativo do produto. A aparência contemporânea e o formato quadrado da garrafa de Haig Club baseia-se em uma história de embalagens inovadoras produzidas pela Casa de Haig. Os sabores do whisky foram criados pelo mestre distiller Chris Clark selecionando cuidadosamente whisky maturado do Refill, carvalho americano e barris rejuvenescidos produzindo um grain single scotch whisky com uma sensação de frutas tropicais frescas e caramelo suave. Haig Club é um whisky criado para buscar novos apreciadores a experimentar o prazer de degustar um bom whisky.
“Estou muito orgulhoso de fazer parte da equipe de criação de Haig Club”, disse David Beckham. “Acho que fizemos algo realmente especial. Para mim, significou a compreensão de como o whisky é produzido e porque é um produto tão apreciado”.
Consumo responsável é o objetivo principal de Haig Club, contando com David Beckham como apoiador da filosofia de uma marca de qualidade e não como um produto de quantidade. David disse: “Eu aprecio uma bebida bem-feita e gosto de aproveitar o meu tempo – Eu tento beber melhor, não mais”.

Deixe seu comentário