Nestlé investe mais de R$ 760 milhões em suas operações no Brasil

Investimentos envolvem implantação de novas linhas,
aquisição de tecnologias e capacitação de equipes

A Nestlé vai investir R$ 762,9 milhões em suas operações no Brasil ao longo de 2020. O valor será destinado a projetos diversos em unidades da companhia em todo o país. Entre os destaques de investimentos estão a inauguração e modernização de linhas nas fábricas de Araçatuba, Araras, Caçapava (SP), Vila Velha (ES), Feira de Santana (BA) e Montes Claros (MG).

“Mantivemos os investimentos previstos para o ano de 2020 em centenas de projetos realizados ao longo do período, especialmente na abertura de linhas de produção, modernização e novas tecnologias nas unidades fabris. Esse é um ano importante para a evolução da indústria 4.0 nas fábricas da Nestlé no Brasil, com modernização do parque, maior automação e uso de robôs de última geração. Estamos vivendo uma jornada de transformação digital que envolve todos os negócios da Nestlé no Brasil e a formação qualificada das nossas equipes, com ganhos relevantes em produtividade e eficiência”, diz Luis Garcia Prieto, vice-presidente técnico e de produção da Nestlé Brasil.

Em Caçapava, a Nestlé inaugurou uma nova linha de produção de KitKat e tem a previsão de construir outra até o final do segundo semestre. Por conta do cenário em que se deu a implantação da linha, as instalações mecânicas foram todas realizadas por técnicos locais da Nestlé orientados remotamente e em tempo real por engenheiros da empresa fornecedora de equipamentos. Essa prática de orientação remota para instalação de equipamentos e tecnologias foi utilizada em diversos projetos da companhia no Brasil ao longo de 2020, com direcionamentos fornecidos por parceiros de vários países, como Alemanha, Suíça, França e Dinamarca.

A unidade de Vila Velha recebeu uma linha adicional destinada à produção de bombons da marca Garoto e de materiais de exposição de chocolates para pontos de vendas. A implantação da linha contou com uso de tecnologia para guiar as equipes, com escaneamento e realização do projeto com uso de 3D, que possibilitou a verificação e avaliação de todos os detalhes sem necessidade de visita à área. O prédio onde está a nova instalação foi construído com design sustentável e uso de materiais 100% recicláveis.

Na fábrica de Araras, foram realizados upgrades nas linhas de Nescafé, com a instalação de sistemas de extração e torragem mais eficientes e modernos, garantindo maior qualidade a esses processos essenciais para a preservação da qualidade e sabor dos grãos de café, além de uma produção mais sustentável, com controle de emissões de partículas e menor consumo energético. Nesse projeto, também foram utilizadas maquetes virtuais para acompanhamento do processo de implantação, minimizando a presença direta de operadores de máquinas. Em Araçatuba, a companhia inaugurou uma nova linha de fabricação de produtos de nutrição infantil.

Em outra frente, a companhia também tem investido em modernização do parque e de processos, com aquisição e desenvolvimento de tecnologias e projetos de automação em suas unidades, como parte de uma jornada de transformação digital que envolve todos os negócios da Nestlé no Brasil.

Entre as iniciativas nessa frente estão a ampliação do uso de robôs colaborativos; utilização de impressoras 3D para fabricar peças de reposição, que muitas vezes eram importadas e demoravam a chegar, entre outros usos; tecnologia de realidade aumentada que permite o acompanhamento e a manutenção de linhas de forma remota, uso de voice picking (comando de voz) para deslocamento de cargas, painéis de controle digitais e sensores auto reguláveis.

Como fruto desse investimento, a Nestlé já tem apresentado resultados positivos. De março a maio de 2020, várias unidades da companhia no Brasil atingiram altos níveis de eficiência operacional, redução de paradas não programadas e recordes de produção. A fábrica de Marília, por exemplo, em abril de 2020 atingiu um recorde histórico de eficiência de 96%. Com isto, a unidade apresentou volumes de produção ao menos 4% superior à média entre março e maio de 2020. Olhando o acumulado do ano de 2020, a fábrica já apresenta uma redução de 32% de paradas não programadas comparado ao ano de 2019. Em Montes Claros, em abril de 2020 nas duas unidades instaladas na planta local houve recorde de produção, tanto na fabricação de cápsulas de Nescafé Dolce Gusto quanto de Leite Moça, com a maior produção mensal dos últimos 5 anos. Na unidade de Moça, a eficiência técnica também foi superior a 96,4% em abril e maio.

Siga-nos nas Redes Sociais:

Linkedin Instagram Youtube Facebook

 

Deixe seu comentário