Krones tem aumento de pedidos e receita no primeiro trimestre

Entrada de pedidos teve alta de 45,4%, maior marca já registrada pela empresa em
três meses; receita aumentou 12,9%

O Grupo Krones começou muito bem o ano financeiro de 2022. As empresas da indústria de bebidas mostraram forte interesse em investir durante o primeiro trimestre deste ano. A entrada de pedidos de janeiro a março de 2022 aumentou substanciais 45,4% em comparação com o mesmo período do ano passado, passando de 1,06 bilhão de euros para 1,55 bilhão de euros. Esta é a maior entrada de pedidos para um único trimestre em toda a história da Krones.

O Grupo Krones também se beneficiou de um gerenciamento de produção flexível, o que favoreceu o desempenho de sua receita no primeiro trimestre. A utilização da capacidade de produção permaneceu estável, apesar da escassez global de materiais e de cadeias de fornecimento apertadas, permitindo assim um aumento de 12,9% na receita na comparação anual, atingindo a cifra de 987 milhões de euros.

Houve também melhora nos indicadores de lucratividade do Grupo Krones. O EBITDA cresceu 13,7% de janeiro a março de 2022 em relação ao mesmo período do ano passado, chegando a 87 milhões de euros (em 2021 foi de 76,5 milhões de euros). A margem EBITDA melhorou ligeiramente de 8,7% no ano anterior para 8,8%. A Krones conseguiu compensar os custos mais altos de materiais, frete e viagens graças a amplas medidas para aumentar a eficiência de sua produção e aos efeitos iniciais dos aumentos de preços em suas máquinas e linhas de envase e embalagem.

Para o Grupo Krones, o ambiente de negócios, no entanto, continua desafiador. As incertezas incluem escassez de materiais e problemas nas cadeias de suprimentos globais, riscos políticos na Europa e em outras partes do mundo, e uma forte inflação em muitos países.

As previsões para 2022 são baseadas na suposição de que a guerra na Ucrânia não sofrerá uma escalada ainda maior, e que o lockdown relacionado à pandemia do novo coronavírus na China será limitado a algumas semanas.

Com base nas perspectivas macroeconômicas predominantes e no desenvolvimento atual esperado dos mercados relevantes para a Krones, a empresa prevê um crescimento de receita de 5% a 8% em 2022, com boas chances de atingir o limite superior dessa faixa de orientação.

Siga-nos nas Redes Sociais:

Linkedin Instagram Youtube Facebook 

 

Deixe seu comentário