Extratos botânicos são alternativas clean label para a indústria de bebidas

Tendência da saudabilidade e mudanças na legislação devem impulsionar ainda mais a busca por refrigerantes feitos com ingredientes de origem natural

Desde o início da pandemia, a busca por produtos feitos com ingredientes de origem natural e conhecidos cresceu consideravelmente. De acordo com um estudo realizado recentemente pela ADM, fornecedora de soluções para o mercado de bebidas, 58% dos consumidores globais dizem estar mais atentos à origem dos ingredientes após a pandemia do covid-19. Influenciadas por essa nova tendência, as indústrias de bebidas estão se movimentando para formularem refrigerantes e drinks não alcoólicos,que sejam saborosos e atrativos para o consumidor, trazendo também um rótulo com percepção de mais limpo e de naturalidade de ingredientes conhecidos.

Os extratos botânicos são uma ótima alternativa para acrescentar cor e funcionalidade nas formulações de uma bebida saborosa e clean label.

“As pessoas estão cada vez mais conscientes do que consomem e buscam produtos mais saudáveis e que também entreguem uma experiência indulgente ao consumi-los. Na ADM, conseguimos desenvolver sistemas de dulçor personalizados mantendo todo o sabor e a experiência sensorial das bebidas”, explica Claudineia Caetano, gerente de Serviços Técnicos e Desenvolvimento da ADM.

Além de adicionarem cor e sabor com origem natural, os extratos botânicos também possuem substâncias bioativas que, muitas vezes, são associadas à benefícios para a saúde pelos consumidores. A acerola em pó, por exemplo, é rica em vitamina C, podendo suportar o funcionamento do sistema imune e entregando para o consumidor uma bebida clean label. Sobre os extratos botânicos da ADM, Rachel Jesus, gerente de Serviços Técnicos e Desenvolvimento de H&W da empresa, acrescenta que “os produtos de origem natural, feitos a partir de plantas, frutas e vegetais nativos, como o guaraná, a acerola, o açaí, a erva-mate, o camu-camu, entre outros, oferecem diferentes substâncias bioativas e contribuem para a formulação de um produto saboroso e mais natural”.

 

Extratos botânicos são uma das opções para adoçar de maneira natural os refrigerantes

Mudanças na legislação

Novas normas aprovadas pela ANVISA, que entrarão em vigor a partir de outubro deste ano prevendo mudanças na tabela de informação nutricional, vêm ao encontro dessa nova tendência de consumo mapeada pela ADM.

A novidade estabelece que produtos que contenham alto níveis de açúcares adicionados, gorduras saturadas e sódio na composição da bebida adotem um alerta no rótulo frontal da embalagem. A ideia é esclarecer para o consumidor, de forma clara e simples, sobre o alto conteúdo de nutrientes que têm relevância para a saúde.

Os extratos botânicos são uma das opções para adoçar de maneira natural os refrigerantes, podendo auxiliar na redução de açúcares adicionados. “Na somatória de açúcares adicionados, os açúcares naturalmente presentes em produtos lácteos, vegetais e frutas não serão considerados. Ou seja, as frutas em pó são ótimas opções para contribuir com o dulçor, auxiliando no atendimento às novas normas e trazendo para o consumidor uma experiência sensorial agradável”, conclui Claudineia.

 

Siga-nos nas Redes Sociais:

Linkedin Instagram Youtube Facebook 

 

Deixe seu comentário