Cervejarias entregam um portfólio variado

Empresas aumentam as opções de produtos e serviços

O gosto pela cerveja é milenar. Afinal, os primeiros registros de fabricação de cervejas datam de aproximadamente seis mil anos. Com sua origem no Oriente Médio, teve um percurso histórico na Europa e ficou popular em todo o mundo.

No Brasil, essa indústria movimenta bilhões por ano. E a pandemia tem feito o brasileiro tomar mais a bebida. Levantamento da Euromonitor mostra que o volume de vendas de cerveja no Brasil em 2020 foi o maior dos últimos seis anos, atingindo 13,3 bilhões de litros, perdendo só para 2014, ano em que o país sediou a Copa do Mundo.

A cerveja é uma preferência nacional e uma verdadeira paixão mundo afora. As promoções impulsionam o consumo, assim como a disponibilidade de um portfólio maior abre a oportunidade para que as pessoas conheçam novas marcas e estilos diferentes proporcionando o aumento da cultura cervejeira no Brasil.

Lançamentos

1 – Krug Amber Lager (Krug Bier)

Este lançamento da Krug Bier é uma cerveja leve, ideal para as tardes de frio como uma alternativa interessante à Pilsen ou American Lager. A Krug Amber Lager tem baixa fermentação, coloração acobreada, e traz um toque de malte especial com suaves notas de caramelo, bem como um amargor acentuado.

2 – Ouro Preto (Falke Bier)

A segunda opção é essa Schwaezbier, da Falke. Com 5,4% de teor alcoólico, ela tem coloração avermelhada escura, espuma persistente e corpo médio. Embora seja maltada e escura, ela tem a leveza de uma lager e foi selecionada pelo mestre Marco Falcone como “coringa” por ser versátil e se encaixar bem em todas as estações do ano.

 

 

3 – Biritis Sem Filtris (Ampolis)

A Brassaria Ampolis lança na semana de Dia dos Pais, mais um rótulo sazonal: a Biritis Sem Filtris. A cerveja será vendida em long necks de 355ml, exclusivamente no e-commerce Bom de Beer). De cor âmbar, com turbidez típica de uma cerveja não filtrada, a Biritis Sem Filtris tem como principais características aromas de malte e notas de fermentação. Além disso, possui características do malte tipo Vienna Lager, apresentando um delicado sabor tostado e caramelizado, equilibrado com as notas de fermentação e amargor. Com teor alcoólico de 5,3% v/v e 22,0 IBU, é aconselhável degustá-la em copo Stange, em temperatura que varia de 4°C a 6°C.

 

4 – Hoppy Breakfast (Dádiva)

Cervejaria Dádiva acaba de lançar o terceiro rótulo da Hoppy Breakfast, linha de cervejas com 70% de aveia na receita. Ela tem 8,4% de teor alcoólico, coloração amarelo intenso e 50 IBUs. Acompanha muito bem carnes gordurosas e hambúrguer de cogumelos. Indica-se servi-la entre 4°C e 8°C.

 

 

5 – Ocean of Dreams (Joy Project Cervejaria e cervejaria Moondri)

A Smoothie Sour Ale é uma colab das cervejarias de Curitiba, com corpo espesso, cremoso, de coloração rosa escuro tendendo ao roxo. Em sua receita, a cerveja leva amora, framboesa, pêssego e tangerina envolvidas em uma pitada de lactose. Possui leve acidez, com IBU 4 (índice de amargor) e 5,6% de teor alcoólico.

 

Viagens cervejeiras

Para quem prefere viajar e degustar uma cervejinha direto do tanque, a Booking.com indica os destinos mais recomendados pelos apaixonados pela bebida:

1 – Ribeirão Preto, São Paulo

Entre todas as cidades no planeta, Ribeirão Preto foi eleita a mais recomendada pelos brasileiros para degustar a bebida. O destino é considerado um dos polos gastronômicos e cervejeiros do país e ficou famoso justamente pelo chope.

2- Petrópolis, Rio de Janeiro

Em meados do século XIX, em Petrópolis, foi fundada a primeira cervejaria do Brasil. Obrigatória para quem ama a bebida, a cidade oferece mais de 20 marcas locais, cervejarias abertas à visitação, com tours para quem se interessa em conhecer todo o processo de produção da cerveja, e uma agenda de eventos com atrações durante o ano todo, incluindo a tradicional Bauernfest.

3 – Blumenau, Santa Catarina

A cidade da Oktoberfest brasileira e do Festival Brasileiro da Cerveja também não poderia ficar de fora desta lista. Além de tudo, o destino recebeu, em 2017, o título de Capital Nacional da Cerveja, então vale a pena conhecer as novidades de suas microcervejarias e fazer um roteiro pela Rota do Vale da Cerveja, que também abrange cidades vizinhas.

4 – Campos do Jordão, São Paulo

Famoso destino de inverno paulista, em Campos do Jordão os turistas podem fazer passeios guiados em uma fábrica de cerveja. Na cidade, também está localizado o Parque da Cerveja.

5 – Rio de Janeiro, Rio de Janeiro

Não é só de Copacabana e um clima de 40ºC que é feito o Rio de Janeiro! A cidade também é uma das queridinhas entre os brasileiros quando o assunto é cerveja. Seja para beber uma latinha gelada na orla, apreciando a vista, ou degustar uma cerveja artesanal mais encorpada, há opções para todos os gostos. Com centenas de marcas e bares especializados na bebida, a paixão nacional é muito bem servida na capital carioca.

6 – Belo Horizonte, Minas Gerais

Belo Horizonte também não foi esquecida pelos amantes de uma boa cerveja, afinal o destino é conhecido como a “Capital Nacional dos Botecos”, dado que a proporção entre bares e número de habitantes é bem alta. Uma boa pedida para quem gosta da bebida é visitar o centro, uma das regiões mais boêmias da cidade.

7 – Munique, Alemanha

A produção de cerveja está enraizada na cultura alemã, e Munique é uma cidade dinâmica repleta de bares tradicionais bávaros, como o famoso Hofbräuhaus, fundado em 1589. Nos últimos anos, várias cervejarias artesanais foram inauguradas, oferecendo certa concorrência às cervejarias tradicionais e refletindo as exigências de moradores locais, inclusive por cervejarias orgânicas.

8 – Bruxelas, Bélgica

A história de produção de cerveja da Bélgica remonta ao século XII e engloba uma variedade de métodos exclusivos, como as cervejas trapistas (cervejas produzidas em mosteiros trapistas). Bruxelas é uma capital extremamente dedicada à bebida e famosa pela variedade de cervejas, especialmente as ales (ao contrário das lagers), com destaque para os sabores maltados e frutados. Para saborear as melhores cervejas de Bruxelas, é possível participar de um dos inúmeros passeios premiados e aprender mais em um tour de degustação.

Siga-nos nas Redes Sociais:

Linkedin Instagram Youtube Facebook 

Deixe seu comentário