ABB entre as maiores empresas da lista “Mude o Mundo”

A liderança global da ABB em soluções de carregamento rápido para veículos elétricos
levou a revista Fortune a classificá-la na 8ª posição entre as principais
empresas que “ajudam o planeta e resolvem problemas sociais”

A ABB foi indicada à 8ª posição na classificação “Change the World” da revista Fortune, pelos esforços da empresa em acelerar a adoção do transporte elétrico de energia limpa. A lista, segundo a Fortune, homenageia empresas que “tiveram um impacto social positivo por meio de atividades que fazem parte da estratégia de negócios”.

Ao indicar a ABB para as dez maiores empresas da quarta classificação anual, a Fortune posicionou a empresa em um grupo de prestígio. Outros homenageados incluíram: a fabricante de medicamentos Merck, pelo uso da vacina salva-vidas contra o vírus Ebola, este ano, na República Democrática do Congo. A Fortune também elogiou a Reliance Jo, prestadora de serviços da área de telecomunicações, por fornecer o “oxigênio digital” de smartphones e banda larga para mais de 200 milhões de assinantes na Índia, em menos de dois anos.

Ulrich Spiesshofer, CEO da ABB, disse que a classificação da Fortune é a validação de liderança e do comprometimento da empresa com a mobilidade eletrônica, como forma de dissociar o crescimento econômico global das mudanças climáticas.

“A ABB está comprometida em colaborar com o desenvolvimento do mundo sem consumir a terra”, disse Spiesshofer.

A ABB, cujo portfólio de mobilidade inclui soluções de carregamento e energia para trens, ônibus e navios, desenvolveu carregadores rápidos para veículos, que podem adicionar até 200 quilômetros (quase 125 milhas) de alcance de viagem em apenas 8 minutos.

“À medida que os veículos elétricos se tornaram mais populares”, escreveu a Fortune, “a ABB instalou mais de 7 mil estações de carregamento rápido em todo o mundo – economizando cerca de 2 milhões de galões de gasolina nos últimos sete anos. O negócio de carregamento registrou dois dígitos no crescimento da receita anual de 2015. Em seguida: um plano com a Electrify America para disponibilizar centenas de estações de carregamento nos EUA, no próximo ano”.

Deixe seu comentário