A busca pela saudabilidade

O consumidor tem exigido mais produtos clean label, GMO free, produtos zero açúcar,
sem lactose, sem glúten e que sejam cada vez mais naturais, além de agradáveis ao paladar.
Segundo o Euromonitor, a tendência é que esse segmento atinja
um valor de aproximadamente R$ 8 bilhões até 2022

Thais Martins

 

O mercado de bebidas funcionais vem crescendo a cada ano. Segundo dados do Euromonitor estima-se que o setor movimentou aproximadamente R$ 7.3 bilhões, tendo um aumento de 6% em relação a 2017 (dados de julho de 2018). De acordo com o relatório, a tendência é que esse segmento atinja um valor de aproximadamente R$ 8 bilhões até 2022. Nota-se então um aumento expressivo de bebidas que estão constantemente presentes nas prateleiras dos mercados e o surgimento de novos modelos de lojas de food service, com bebidas relaxantes, rejuvenescedoras, energizantes.

“O aumento da procura por alimentos saudáveis faz com que a indústria aumente a oferta de produtos naturais, com capacidade de substituir os compostos sintéticos”, Silvia Regina Miyagi, MCassab

Na visão de Silvia Regina Miyagi, Coordenadora de Desenvolvimento de Produtos do Grupo MCassab, de 30 anos para cá muitas mudanças ocorreram nas regulamentações e nas exigências dos clientes de bebidas e alimentos. “O aumento da procura dos consumidores por alimentos que não apresentem malefícios a saúde fez com que a indústria aumentasse a procura por produtos naturais, com capacidade de substituir os compostos sintéticos sem diminuir o sabor e qualidade final. Desde que começamos a atuar no setor, passamos por muitos desafios para atender novas demandas em busca de saudabilidade. Inserimos novos ingredientes em nosso portfólio, além de realizar melhorias em nossa fábrica. Também nos adequamos às exigências quando certificamos nossa fábrica pelas normas da ISO 22000, trazendo ainda mais confiabilidade nos pre-mixes que desenvolvemos e fabricamos para fortalecer nossas soluções”.

Silvia acrescenta que a procura por alimentos que possuem baixo teor de açúcar ou que tenham algum tipo de funcionalidade tem feito parte da vida de muitas pessoas. “Nota-se esse forte movimento com o surgimento de empresas que estão criando produtos que se adequam completamente a esse tipo de segmento. O consumidor busca uma maior transparência por parte das empresas e querem entender melhor o que estão comprando. Isso é notado por pequenas movimentações, como o surgimento de blogs, informações em redes sociais e até surgimento de aplicativos que tentam destrinchar o que está escrito nos rótulos”.

O mercado de bebidas funcionais vem aumentando ano a ano com o lançamento de bebidas relaxantes, rejuvenescedoras e energizantes

A mudança do cenário por produtos mais saudáveis já vem deixando de ser tendência e se transformando em realidade. “Passando pela preocupação em rótulos limpos até produtos que tragam benefícios. O mercado de bebidas tem a grande oportunidade de ser a frente em todo este processo de mudança, assim nós como fornecedores de ingredientes, investimos constantemente em parcerias com os principais fabricantes mundiais em ingredientes saudáveis para apresentar tecnologia à indústria nacional. A população quer envelhecer com mais saúde, é um caminho sem volta”, analisa o Gerente de Marketing da Vogler, Regis Inacio.

Na percepção de Inacio, o mercado de bebidas tem um grande potencial para liderar o momento de saudabilidade, são bebidas proteicas, natural energy, entre outras possibilidades. “A indústria já mostrou ao mercado que podemos sim, por exemplo, produzir ‘refrigerantes’ saudáveis, o que era impensável alguns anos atrás”, exemplifica.

“Bebidas com proteínas vegetais que entreguem

Emma Tovani, diretora da Tovani Benzaquen, aponta que o consumidor tem exigido mais produtos clean label, GMO free, produtos zero açúcar, sem lactose, sem glúten e que sejam cada vez mais naturais, além de agradáveis ao paladar. “Tanto é que a pesquisa realizada pela Innova Market Insights mostra que o mercado de produtos vegetarianos, veganos e/ ou orgânicos tem crescido 41% ao ano em alimentos, bebidas e suplementos. Bebidas com proteínas vegetais, como grão de bico, ervilha, aveia, lentilha, arroz e chia, que entregam a mesma quantidade de proteína que um produto de origem animal e que possuem sabor agradável, também têm sido a grande aposta de clientes que almejam esse público, pois abrange tanto a população vegetariana quanto as que praticam atividade física e preferem consumir produtos que não sejam de origem animal, por serem considerados mais saudáveis. Outro destaque também são itens livres de agrotóxicos e sem modificação genética. Por conta desses fatores, a Tovani busca homologar fornecedores que acompanhem essas exigências”.

“Os consumidores preferem produtos naturais e livres de transgênicos, com baixos índices de gordura, sal, e açúcar, e enriquecidos com vitaminas e fibras”, Eloisa Carmignola, Prozyn

Eloisa Carmignola, responsável pela Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação da Prozyn, também alerta para a preferência dos consumidores por produtos naturais e livres de transgênicos, com baixos índices de gordura, sal e açúcar, enriquecidos com vitaminas e fibras, entre outros. “É um grande desafio para a indústria atender às mudanças de hábito do consumidor. Atuamos em parceria com os clientes, investindo em estudos e desenvolvimento de novas soluções que atinjam essas demandas. Sempre batemos na tecla da saudabilidade. Nosso time possui grande experiência na indústria, temos know-how e um amplo portfólio com soluções saudáveis para a indústria de bebidas, com base em enzimas e outras alternativas naturais, como estévia, taumatina e poliois – eritritol, maltitol, xilitol etc”.

“Muitas pessoas leem os rótulos hoje em dia, prática que não era comum até pouco tempo atrás. Conforme convênio assinado pelos membros da Organização Mundial da Saúde, todos países signatários da Organização foram obrigados a iniciar, até 2018, no currículo escolar, a alimentação, incluindo o consumo de fibras, vitaminas, calorias etc. Os países que não iniciarem sofrerão exclusão da OMS e perderão benefícios que incluem pesquisas e soluções para os problemas de saúde que o mundo tende a enfrentar”, chama atenção Martin Ruette, Diretor presidente e CEO da Genuína Lindoya.

“A OMS estima que até 2030 o custo da saúde pública no mundo se tornará insustentável se a população não estiver informada e educada a consumir melhor”, Martin Ruette, Genuína Lindoya

Martin Ruette acrescenta que os últimos estudos da OMS indicam um grande aumento das “Doenças Não Comunicáveis” no mundo. “Isso coloca em risco a situação financeira mundial pelo alto custo de tratamento dessas doenças. A Organização estima que até 2030 o custo da saúde pública no mundo se torna insustentável se a população não for informada e educada a consumir melhor, podendo levar a economia global ao colapso. Portanto, o trabalho de informar sobre saudabilidade, o que envolve bebidas, já começou no mundo e é de extrema importância e obrigatoriedade dos governos. Isso trará uma nova onda e o aumento do consumo e demanda de produtos saudáveis e funcionais”.

Com relação aos países mais desenvolvidos, o Brasil está bem atrasado na comercialização de bebidas saudáveis e funcionais para saúde, segundo Ruette. “Alguns países como Japão, EUA, Dinamarca e Alemanha, já estão com seus programas educacionais bem avançados e com as gôndolas repletas de produtos para a saúde. O Brasil sofre com a burocracia e falta de políticas públicas para lançamento e produção desses itens, e também tem a maior taxa de impostos do mundo. Um contra senso para um país que precisa melhorar a saúde pública e melhorar seu orçamento. De acordo com a OMS, países que já baixaram impostos dos produtos com impacto positivo para a saúde, demonstram que este tipo de consumo, junto com a educação alimentar, é muito mais barato do que o custo de tratamento”.

As novidades da indústria

“Não oferecemos apena um ingrediente, sim um conceito com um propósito”, Régis Inácio,
Vogler Ingredients

A Vogler nasceu com a proposta de atender a indústria de alimentos e bebidas e, assim, procurar sempre as melhores soluções para apresentar à indústria local. “Sempre procuramos as grandes marcas mundiais e ter acesso as principais tendências globais. Estas parcerias automaticamente abrem grandes oportunidades em ingredientes com foco em saudabilidade. Iniciamos com redução de açúcar onde temos um grande expertise, passando por plataformas completas de fibras, que podem ser diluídas em água sem alterar aspecto e sabor. Apresentamos também extratos naturais que, além da preocupação com a sustentabilidade, são produtos com grandes benefícios. Atualmente, temos um portfólio rico em opções de proteínas vegetais e animais, pensando na saúde e beleza de dentro para fora, como os colágenos. Não oferecemos apenas um ingrediente e sim um conceito com um propósito. Por isso, temos grandes parceiros espalhados pelo mundo, com altos investimentos em P&D,que dividem conosco as soluções, além do investimento interno da Vogler em seus profissionais”, diz Inacio.

Consumidores mais esclarecidos optam por produtos clean label, com pegada sustentável e 100% naturais

Com 27 anos de atuação no mercado, com forte presença em soluções para redução de açúcar, iniciando com o aspartame e depois evoluindo para soluções mais saudáveis e práticas, a Tovani relembra o início da resistência da população por produtos zero açúcar por relacionarem o termo dietético com farmacêutico ou direcionado para pessoas com problemas de saúde. “Porém, as indústrias buscam se enquadrar nessa nova perspectiva. Nossa equipe comercial, por exemplo, é formada por engenheiros de alimentos, químicos, farmacêuticos e nutricionistas focados em atender os mais diversos segmentos. Em 2018 estabelecemos parceria com o grupo holandês Barentz, trazendo para o mercado brasileiro soluções técnicas de alta tecnologia e ingredientes inovadores, que visam a saudabilidade e melhoria da qualidade de vida do público”, destaca Emma.

Mais do que vender um produto, a Prozyn é comprometida com o sucesso dos clientes no Brasil e no exterior. Para isso, conta com um time de consultores técnicos com grande experiência na indústria, que entendem o processo de cada cliente de forma individual, a fim de detectar as necessidades específicas e, então, desenvolver soluções customizadas. “Estamos sempre de olho nas tendências de mercado, participando de feiras e congressos nacionais e internacionais. Para manter os mais altos níveis de qualidade e constante inovação, investimos continuamente em nosso Centro de Inovações Tecnológicas, com ampliações e novos equipamentos de alta tecnologia, além da capacitação de nossos profissionais por meio de parcerias com universidades, empresas e centros de pesquisa ao redor do mundo”, revela Eloisa.

Com 90 anos de história, a MCassab completou em 2018, 30 anos de experiência no mercado de Nutrição Humana. “Neste período, desenvolvemos o conhecimento em ingredientes, aditivos e pré-misturas de vitaminas e minerais para as indústrias de bebidas, alimentos e suplementos, buscando oferecer um portfólio diferenciado. Hoje, também trabalhamos com especialidades e produtos funcionais aumentando a nossa linha de produtos elaborados para o mercado de saudabilidade e para ajudar nossos clientes a se adequar às exigências que estão sendo implementadas pelas novas regulamentações da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa)”, explica Silvia.

Estudo Nestlé

Um estudo encomendado pela Nestlé à área de Inteligência e Pesquisa de Mercado da Editora Abril, com 500 participantes em todo o País e divulgado em junho de 2018, apontou que 58% das pessoas se consideram preocupadas ou muito preocupadas com o tema da alimentação saudável. Por outro lado, mostram também uma crescente diversidade de necessidades nutricionais.

Em busca de atender a esses novos perfis e oferecer soluções que levem saúde, nutrição e bem-estar às pessoas e famílias, a Nestlé iniciou, nos últimos anos, uma jornada de renovações e inovações. Em média, considerando o período de 2012 a 2016, a companhia tem renovado globalmente mais de 8 mil produtos por ano, em razão de considerações nutricionais ou de saúde.

Estudo apontou que 58% das pessoas se mostram preocupadas ou muito preocupadas com o tema da alimentação saudável

Nos últimos anos, a companhia realizou uma importante jornada em busca de saudabilidade no Brasil, com fortificação de mais de 43 milhões de porções de alimentos com vitaminas e minerais entre 2016 e 2017; presença de mais de 800 toneladas de ervas e especiarias, 7.500 toneladas de vegetais e 3.900 toneladas de castanhas e sementes em 2017; redução de mais de 300 toneladas de sódio, 14 mil toneladas de açúcar e 5 mil de gorduras saturadas dos produtos nos últimos três anos.

De acordo com a assessoria de imprensa da marca, a busca por produtos cada vez mais naturais e com percepção de saudabilidade agregada é uma oportunidade forte verificada no mercado de alimentos e bebidas. Dentro desse cenário, a Nestlé destaca várias tendências para o setor, como a busca por alternativas para redução de açúcar e sódio, os alimentos plantbased, produtos com perfil mais proteico e os orgânicos, entre outros. Por outro lado, o desafio é conseguir ‘educar’ o paladar do brasileiro a esse novo perfil de produtos, com menor dulçor, por exemplo.

Por isso, a Nestlé tem buscado alternativas de inovações, como a utilização de cereais para dar dulçor e substituir o açúcar, como foi feito para criar o primeiro achocolatado sem adição de açúcar ou adoçantes da companhia, o NESCAU Max, lançado no ano passado. Outras novidades da companhia são os leites sem estabilizantes, a reformulação da linha de bebidas vegetais e a adição de ingredientes positivos, como proteínas, como é o caso do Nescau Protein.

Além de oferecer opções de produtos mais saudáveis, a Nestlé também tem investido para contribuir para a mudança de hábitos da população, sobretudo das novas gerações. Como parte de seus esforços para atingir a meta global de ajudar mais de 50 milhões de crianças a terem uma vida mais saudável, a companhia lançou em 2018 o programa global Nestlé por Crianças mais Saudáveis. Para ajudar as famílias brasileiras a estimularem um dia a dia mais equilibrado na vida de seus filhos, foram reunidas ideias, receitas e atividades divertidas para que crianças dos 6 a 12 anos mudem de hábitos brincando. O conteúdo foi adaptado para se tornar disponível e atrativo de forma acessível e gratuita, por meio do aplicativo NesPLAY.

Consumidor na mira

“A forma como o consumidor enxerga o que leva para casa mudou e as marcas precisam estar atentas a esse novo posicionamento”, Giocéli Escorsin, Laticínios Tirol

Fundada em Treze Tílias, Santa Catarina, a Lacticínios Tirol está há mais de quatro décadas no mercado com o compromisso de desenvolver soluções com qualidade e segurança alimentar por meio do seu mix de mais de 170 produtos, com distribuição nacional. “Em 2019 completamos 45 anos focados em bebidas saudáveis elaboradas com leite ou derivados, como o Fibrallis (bebida láctea com apenas 5% de açúcar, que leva em sua composição a adição de cereais como aveia, linhaça e quinoa), os iogurtes Zero (0% açúcar e 0% gordura) e a linha zero lactose. Vemos um crescimento na procura por alimentos livres de lactose e itens naturais. Quer produto mais natural que o leite? A forma como o consumidor enxerga o que leva para casa mudou, e as marcas têm que estar atentas a este novo posicionamento de consumo. Acompanhamos as pesquisas internacionais e nacionais de mercado, além de contarmos com o suporte de nossos fornecedores de matéria-prima, que sempre auxiliam na visualização do cenário de consumo”, explica a Gerente de Marketing.

“O Brasil sofre com burocracia e falta de políticas públicas para lançamento e produção de bebidas saudáveis”, Martin Ruette, Genuína Lindoya

Ruette destaca o projeto de desenvolvimento de bebidas saudáveis da Genuína Lindoya, que teve a produção e comercialização iniciada em 2012, com a produção de água mineral; suco com 40% de polpa, feito com água mineral, com baixo teor de sódio e 5% de açúcar conforme recomendação da OMS; Pura Fibra, bebida adicionada de fibras pré-bióticas; Vitaminacqua, água saborizada enriquecida com vitaminas e colágeno hidrolisado, cálcio, ferro, zinco; Isotônico adicionado de proteína. “Nosso carro-chefe são os sucos feitos com água mineral, baixo teor de sódio e baixo açúcar. Porém, a grande aposta é o Pura Fibra, que está sendo lançado em parceria com a KR Capital. O baixo consumo de pré-biótico está diretamente relacionado com as três causas de morte por doenças que mais matam no mundo: a diabete, a hipertensão e o câncer de cólon, chamadas de doenças não comunicáveis. Nosso produto é fonte de fibras e contém 6 gramas de pré-bióticos em 400ml, não contém calorias ou gorduras. Uma garrafinha de 400ml de manhã e uma a tarde, entre as refeições, é suficiente para que a média da população possa atingir a dose diária de fibras recomendada pela OMS, que afirma que o consumo acima de 25 gramas de fibras diminuem em até 30% o risco de morte pelas doenças não comunicáveis”.

A Genuína Lindoya pretende dobrar a capacidade de produção de bebidas saudáveis em 2019

“Todo nosso desenvolvimento é sempre focado no público das classes C, D e E, e também para o que chamamos de ‘On the Go’, usado para identificar aquele mercado em que a pessoa compra para consumo imediato. Estamos focados na região Sudeste do Brasil, porém, através da parceria com a KR Capital, estamos desenvolvendo um trabalho para lançamento do Pura Fibra no resto do Brasil, nos EUA, UE, Oriente Médio e Ásia. Também estamos ampliando as linhas de envase para dobrar nossa produção de bebidas saudáveis para 2019. Pretendemos passar a atuar este ano com as redes varejistas da região Sudeste. Nossa meta para 2019 é dobrar nossa produção com início previsto para abril, por isso procuramos investidores e oferecemos parcerias e equity”, finaliza o CEO da Genuína Lindoya.

Deixe seu comentário