Coloridos naturalmente

corantesEstudo global da GNT aponta dados sobre a percepção dos consumidores
sobre corantes em alimentos e bebidas

Formas naturais de colorir alimentos podem dar a fabricantes uma grande vantagem sobre seus concorrentes. Ao retirar corantes e aditivos artificiais, os fabricantes podem atender à demanda de 54 por cento de consumidores em todo o mundo, que desejam que seus alimentos só sejam feitos com cores naturais. Além disso, mostrar o uso desses corantes de forma explícita no rótulo, se torna cada vez mais importante, já que 67 por cento dos consumidores tem como essencial entender as informações sobre os ingredientes ao comprar alimentos. Um rótulo confiável dá aos produtores potencial para aumentar a preferência pela marca, ainda que isso implique em um aumento de preço. Este é o resultado de um estudo abrangente sobre o consumidor que foi feito pelo instituto de pesquisa de mercado TNS e GNT Group, líder global no fornecimento de alimentos que conferem cor, a alternativa para substituir corantes. A pesquisa envolveu 5000 participantes de dez países na Ásia, nas Américas e na Europa.

É essencial escolher a informação correta

Um requisito fundamental para o sucesso de um produto é a escolha certa da informação: só as que são vistas como confiáveis levam a uma intenção maior de compra. A fim de lançar luz sobre essa questão, o efeito de diversas informações que promovem o uso de soluções completamente naturais tais como alimentos que conferem cor foi examinada com mais detalhes: as duas alegações, “com corantes naturais” e ”colorido com frutas e vegetais” são aceitas como confiáveis por mais de 75 por cento. A informação ”colorido com frutas e vegetais” transmite características positivas ao produto, tais como “é saudável”, “é seguro” ou “é produzido 100 por cento naturalmente” para mais de 2 terços dos consumidores.

corantes 2Qual informação é pertinente depende da categoria do produto. Para comidas e bebidas vistos geralmente como menos naturais, tais como doces ou refrigerantes, a afirmação ”colorido com frutas e vegetais” é mais adequada para aumentar a preferência da marca porque passa aos consumidores uma mensagem clara. Nas categorias de alimentos com uma imagem mais natural, como iogurtes, a informação “livre de corantes artificiais” também é bem recebida. Para que escolham a afirmação certa, é muito importante que os fabricantes de alimentos entendam a reação de seus consumidores quanto ao rótulo de seus produtos”.

O que os consumidores entendem por “cores naturais”

Quando se trata de usar ingredientes, corantes e afirmações correspondentes, os fabricantes têm de ter em mente que os compradores têm uma ideia clara de como eles definem as formas naturais de dar cor. 42 por cento esperam corantes alimentícios naturais, que se originam de matérias-primas comestíveis, como frutas e legumes. Apenas 21 por cento concordam que as cores feitas a partir de substâncias como insetos ou minerais sejam verdadeiramente naturais. “A confiança dos consumidores não deve ser prejudicada pela comunicação de um produto de ser totalmente natural, mas que não satisfaça as expectativas precisas sobre ingredientes”, diz Hendrik Hoeck, diretor do GNT Group.corantes 3

“Alimentos que conferem cor atendem às demandas dos consumidores de hoje em toda sua extensão, já que são feitos exclusivamente a partir de matérias-primas comestíveis. Ao mesmo tempo, eles podem ser aplicados a quase todas as aplicações substituindo aditivos corantes, em termos de diversidade, estabilidade, vida útil e intensidade.”

Deixe seu comentário